Fibromialgia

Quando eu chorar,


Quando eu gritar,


Quando eu cair,


Quando eu cansar...


Quando cedemos não somos fracos, pelo contrário, porque aguentar tudo é impossivel !!!
Sou um ser humano que todos dias luta numa batalha entre meu corpo e meu ser!!!
O meu ser quer aguentar tudo, acha que nada mudou, mas meu corpo diz que não ..... mudei, não faço o que fazia antes, tenho dôr, cansaço, estou frágil, não volto ser quem era..... E aí meu ser acorda e vê, tenho que renascer, tenho que aceitar, tenho que ser forte.... e aí choro, grito, ralho porque só assim  aceito que mudei a minha vida!!!
Quando as minhas defesas caem é quando mais preciso de apoio...  não que seja chorona e que queira chamar a atenção, mas por vezes é dificil controlar.
Pelo contrário, preciso de amor, de abraços, de carinho, preciso de apoio e compreensão!!! Cada dia se torna mais dificil e sabemos que nem sempre somos vistos com bons olhos, pois esta dôr, este mal estar, este cansaço não se vê... e só se acredita no que se vê não é verdade??? Pois mas ele existe, ele transtorna... querer fazer algo e faltar a força, querer andar ao acordar e descer a escada em camara lenta pois os pés não apoiam o que o cérebro manda fazer... muitas vezes tentar recordar coisas e não conseguir. São coisas de há anos muitas vezes... estar a  falar e bloquear e esquecer o que se está a dizer numa fracção de segundos. As coisas banais do dia a dia tornam-se dificeis, as conversas tornam-se dificeis, tudo se torna mais dificil… E é aí que vem a força e a vontade de lutar todos os dias. É aí que são precisas as pessoas que entendem o que se está a passar e consigam apoiar nem que seja com um abraço de conforto!

 

A palavra "fibromialgia" deriva do latim fibro (tecido fibroso: tendões, fáscias), do grego mio (tecido muscular), algos (dor - algós) e ia(condição).

 

A fibromialgia é considerada um diagnóstico controverso, muitas vezes só é diagnosticada depois de terem sido excluídas todas as outras doenças reumáticas mais comuns. Não há nenhum teste específico e 100% fiável para o diagnostico. Muitos dos sintomas são encontrados em outras doenças. Na maioria dos casos, um diagnóstico positivo é um diagnóstico de exclusão de outras patologias. Sendo portanto muito dificil alguém entender o motivo de tanta dor e cansaço.

Os sintomas podem ser muitos: depressão e ansiedade, dores musculares, dores de cabeça crónicas, incluindo dores de cabeça tensionais (frequentemente começam com o desconforto no pescoço), dormência e formigueiro. Sensação de  inchaço ( geralmente nos pés, tornozelos e pernas)movimentos involuntários das pernas durante o sono), síndrome do intestino irritável.

 

Os sintomas mais comuns incluem:

Fadiga ou cansaço generalizado

Diminuição da resistência

Dores generalizadas e dores de músculos, tendões e ligamentos

Tensão muscular ou espasmos

Dor em áreas específicas do corpo, especialmente:

Pescoço, Ombros, Peito, Back (superior e inferior)

Quadris e coxas Insônia ou sono de má qualidade

Sensação de dormência ou inchaço

Dores de cabeça crónicas, incluindo enxaquecas

De manhã, a rigidez é pior

Dor generalizada durante três meses ou mais tempo em, pelo menos, 11 de 18 áreas específicas do corpo

 

Os fatores que podem desencadear ou piorar os sintomas incluem:

As alterações climáticas (o clima especialmente frio e húmido)

Stress ou ansiedade.

Esforço excessivo.

 

Tratamento:

O objetivo do tratamento é aliviar ou controlar os sintomas.

 

Os tratamentos incluem:

Terapia comportamental
Terapia (exercícios aeróbicos e alongamento gradual)                                                             

Tratamentos aquáticos em água morna (.. por exemplo, fortalecimento e relaxamento exercícios aeróbicos) podem ajudar a melhorar sintomas.

A aplicação de calor para áreas dolorosas
Tratamentos alternativos, como massagem, acupunctura, treino de relaxamento, terapia do ponto gatilho, bio feedback e terapia cognitivo-comportamentais, mudanças no estilo de vida.

Aprender a lidar com o stress físico e mental.
Realizar regularmente exercícios de baixo impacto moderados.

Andar a pé, ciclismo, natação, de preferência em água morna

Manter um horário regular de sono

Uma dieta saudável.

 

Na Fitoterapia podemos ajudar com alguns suplementos como magnésio e alguns Antidepressivos Naturais que aconselho com bastante frequência quando vejo que a pessoa possa estar a sofrer de fibromialgia.  

Fibrosame (Dietmed) é um suplemento natural, muitíssimo completo, constituido por magnesio, SAMe, Valeriana, Rosa Canina, 5HTP e Quercetina. Pode conjugar o tratamento fitoterpêutico com acupuntura para o alivio das dores.

Deixo-vos uma carta de uma pessoa com fibromialgia para que possam entender o que se sente quando se tem esta doença.

 

Um Bem haja.

 

Carta aberta de um paciente com fibromialgia.


Querida Família e Amigos,

Estou a escrever esta carta, não porque queira a vossa simpatia, mas sim a vossa compreensão. Sei que é difícil para qualquer pessoa que não o sinta, compreender o que é ter fibromialgia. Espero que isto vos ajude a entender como me sinto.

A fibromialgia (FM) é uma doença debilitante que afecta os músculos, tendões e ligamentos. Neste momento não se conhece uma cura. Nesta doença são diversos os sintomas mas os mais proeminentes são a dor intensa generalizada e a fadiga profunda. Se alguma vez tiveram uma gripe grave, sabem como dói todo o corpo, como cada movimento requer um maior esforço do que normalmente e como, até o contacto com os lençóis, pode causar dor. Bem, é assim que me sinto durante a maior parte do tempo.

DOR
Existe sempre um certo grau de dor presente. Alguns dias são melhores do que outros. Tenho sempre dor generalizada e frequentemente uma dor aguda, algumas vezes lancinante em várias partes do meu corpo. Quase todos os dias a minha pele está demasiado sensível, tão sensível que até o tecido mais leve de algodão me faz sentir dor.
FADIGA
A fadiga é mais do que somente "sentir-se cansado". É mais como se alguém me tivesse 'desligado', como se a minha fonte de energia tivesse sido cortada. Cada movimento que faço exige aproximadamente o uso de 50 vezes mais energia que a uma pessoa correspondente à média. Por exemplo, para mim caminhar 50 metros equivale a 1500 metros caminhados por uma pessoa sem fibromialgia.

FALTA DE COORDENAÇÃO
Os meus músculos e tendões estão débeis e doridos. Isto torna-me instável quando caminho e, algumas vezes, os músculos cedem sem aviso prévio. Por isso uso uma bengala quando não tenho por perto ninguém em quem me possa apoiar. Não consigo dar um passo sem pensar no que estou a fazer.

Por favor entende que...
Só porque sorrio e não pareço doente, isso não significa que não sinto dor. Faço um grande esforço para me manter positivo e não impôr a minha dor aos outros. No entanto, tenho que ser muito cuidadoso em tudo o que faço e como faço.
Para sobreviver tenho que, efectivamente, calcular a minha energia. Por isso, não se sinta ofendido se me pediu para ir a algum lado ou para fazer alguma coisa e eu lhe disse que não podia. Não porque não quisesse, simplesmente não consigo lidar com isso. "O espírito está disposto mas a carne é débil."

Outro sintoma da fibromialgia é a perda ocasional de memória (carinhosamente tratada pelos pacientes por 'nevoeiro cerebral'). Se me perguntar alguma coisa e eu ficar bloqueado, dê-me alguns minutos e ajude-me com algumas palavras-chave ou pistas, para estimular a minha memória. Também não se sinta ofendido se me esquecer do seu nome... por vezes nem do nome dos meus filhos me lembro.

Embora existam muitos outros sintomas, estes são os que têm um maior impacto na minha vida e na minha interacção com os outros. Estou constantemente a tentar equilibrar a minha vida de forma a ser capaz de tratar de mim e de ter momentos agradáveis com a minha família e amigos. A sua compreensão vai ajudar-me a encontrar esse equilíbrio.

Com a sua ajuda eu serei,
um Sobrevivente da Fibromialgia


 

Autoria do texto

Neide Casaca